Aplicando para a indústria de curtumes o conceito do tripé da sustentabilidade em que são considerados os resultados de uma empresa em termos econômicos, ambientais e sociais, a Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro entende como um curtume sustentável aquele que desenvolve suas atividades com resultados econômicos, procurando reduzir o impacto ambiental inerente de sua atividade e proporcionando melhores condições de trabalho aos seus funcionários e respeitando a comunidade na qual a empresa está inserida.


Criada pelo CICB, a iniciativa é o resultado de um intenso diálogo com todos os elos da cadeia produtiva, que vê na adoção de um padrão de certificação de sustentabilidade o caminho para dar ao consumidor final a real noção do processo de produção sustentável pelo qual a indústria vem passando. O processo de certificação foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que elaborou as normas técnicas que são as bases para a produção sustentável de couros.

Através de uma Comissão de Estudos Especial, formada no âmbito do Comitê Brasileiro do Couro e Calçados (CB-11) da ABNT, foi estabelecida a base normativa que deve ser atendida pelas empresas que desejarem a certificação. Esta comissão contou com representantes de curtumes, fabricantes de móveis, artefatos e calçados, além de órgãos neutros como universidades e associações de profissionais.

A certificação atende às diretrizes do Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade – SBAC e será conduzida pelo INMETRO. Desta forma, o CSCB vai dar aos compradores e consumidores finais a certeza de que, desde a sua origem, passando pela produção e o produto final tiveram observados critérios sustentáveis. No mundo de hoje, duas das principais demandas de um mercado competitivo.

Para o atendimento da Certificação de Sustentabilidade do Couro Brasileiro, as seguintes Normas devem ser consultadas:

  • ABNT NBR 16.296:2014 – Couros – Princípios, critérios e indicadores para produção sustentável
  • ABNT NBR 16.297:2014 – Couros – Diretrizes para implementação da ABNT NBR 16.296
  • ABNT NBR 16.346 – Diretrizes para auditoria em curtumes – Procedimentos de auditoria – Critérios de qualificação para auditores de curtumes


GIF_CSCB-2


GIF_CSCB-2

Ingressar na iniciativa CSCB é ação simples e aberta às empresas que tenham afinidade com a proposta descrita. Para saber mais, entre em contato pelo e-mail sustentabilidade@brazilianleather.com.br.

saiba mais sobre o cscb