O CICB

O Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB) é uma pessoa jurídica de direito privado, criada sob a forma de Associação sem fins lucrativos tendo sido fundada em 1957 na cidade do Rio de Janeiro por iniciativa de Paulo Zimmermann, seu primeiro presidente, liderando um grupo dos mais importantes indústriais do setor de curtumes brasileiro. Naquela época a fundação do CICB como entidade privada foi um ato de pioneirismo no cenário das indústrias do país.Desde o início, o CICB agiu como centralizador dos interesses de todos os curtumes brasileiros independente da localização, tamanho ou especialização. Defender e promover o couro em todos os sentidos, o aprimoramento da sua matéria-prima, a modernização e ampliação do parque industrial era o leme das ações do CICB, já nos anos 50/60, quando parte considerável dos couros brasileiros era exportada em estado cru, salgado ou seco.Durante muitos anos o CICB, até hoje reconhecido como único representante legítimo do setor, defendeu com sucesso a industrialização do couro dentro do país perante as autoridades governamentais e contra o forte lobby dos exportadores das matérias-primas.

A história do CICB está ligada diretamente ao sucesso da indústria de couro do Brasil. A estrutura do setor passou ao longo dos anos por várias fases de mudança, muitos nomes importantes desapareceram e outros os substituíram e, apesar dos muitos obstáculos, sempre prevaleceu a união do setor liderada pelo CICB como catalisador dos interesses.

No fim dos anos 50, o abate no Brasil girava em torno de 10 milhões de cabeças por ano. Atualmente, o Brasil industrializa em torno de 40 milhões de couros. Com esse volume, o setor se fortaleceu nos cenários nacional e internacional, ganhando relevante representatividade para a economia brasileira. A globalização, as mudanças estruturais da indústria de couro mundial e a dinâmica cada vez mais acelerada das mudanças na economia global exigiram uma adaptação da estrutura do CICB aos tempos atuais.

A partir de 2008, o CICB alterou seu estatuto profissionalizando a entidade. O CICB, entidade oficial representativa do setor, defende com sucesso, desde sua criação, a industrializacão do couro com agregacão de valor, junto às autoridades governamentais brasileiras.

MISSÃO E OBJETIVOS

Representar institucionalmente o setor de couro, promovendo ações para torná-lo cada vez mais competitivo mundialmente e apto para aproveitar as oportunidades oferecidas pelos mercados doméstico e internacional, com responsabilidade.

Ser uma referência internacional no mercado do couro, oferecendo produtos de valor agregado de forma sustentável.Aumentar o número de curtumes exportadores, curtumes internacionalizados e promover a diversificação a imagem de valor agregado do couro brasileiro.

 

DIRETORIA EXECUTIVA

Presidente Executivo:
José Fernando Bello

CONSELHO DIRETOR

Presidente:
Gilmar Harth (Couros Bom Retiro / AICSul)

1º Vice-Presidente:
Emílio Carlos Bittar (Coming / Sindicurtume-GO)

2º Vice-Presidente:
Edson Vanzella (Vancouros / SICPPAR-PR)

Vice-Presidente de Gestão Corporativa:
Cézar Muller (AP Muller)

Vice-Presidente de Marketing e Promoção Comercial:
Eduardo Seleme (Viposa S/A)

Vice-Presidente de Comércio Exterior:
Evandro Durli (Durli Couros / SINCURT-MT)

Vice-Presidente de Mercado Interno:
Augusto Sampaio Coelho (Moderno)

Vice-Presidente de Tecnologia:
Paulo Enzweiler (Ind. de Peles Minuano / AICSul)

Vice-Presidente de Gestão Estratégica:
Roberto Motta (JBS-SP)

Vice-Presidente de Matéria-Prima e Produtos:
Carlos Obregon (JBS-GO / SINDICURTUME-GO)

Vice-Presidente de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável:
Eduardo Rizzi (JBS-SP)

Vice Presidente de Entidades Regionais:
Eduardo Fuga (Fuga Couros)

CONSELHO FISCAL

Titulares

Iedo Fuga
Fuga Couros
Marau – RS

Shinji Futatsugi
Midori Autoleather
São Paulo – SP

Márcio Cervi
Minerva S.A
Barretos – SP

Suplentes

Umberto Cilião Sacchelli
Apucarana Leather
SICPPAR-PR

Emerson Fuga
Fuga Couros
AICSul

Volnei Durli
Durlicouros Ind. e Com. de Couros Exp. e Imp. Ltda.
São José dos Pinhais – PR

ENTIDADES REGIONAIS

AICSUL – Assoc. das Ind. de Curtumes do Rio Grande do Sul – Novo Hamburgo – RS
SICPPAR – Sind. da Ind. Curtimento Couros e Peles do Est. do PR – Maringá – PR
SINCURT/MT – Sind. Ind. Curtimento Couros e Peles Afins do Est. MT – Cuiabá – MT
Sindicurtume – Sind. das Ind. Curtumes e Correlatos Est. GO – Goiânia – GO